Quanto vale Barrichello?

Não estou aqui para discutir a qualidade do piloto brasileiro. Há quem goste e há quem não goste. Mas qual o valor financeiro que a figura dele representa?
Barrichello esteve na F1 por 19 anos e nunca precisou de um patrocinador para garantir uma vaga. Mas antes de chegar ao olimpo do automobilismo, o piloto contou com o patrocínio da Arisco, que o acompanhou até 1994, já na F1. Depois disso, abandonou a marca das caixinhas vermelhas para assinar um patrocínio com a Pepsi, que durou pouco mais de um ano. Ainda durante a sua carreira contou com o apoio de outras empresas, entre elas a Nokia, em sua passagem pela Ferrari, e a Itaipava quando estava na Brawn. O caso da Nokia e Itaipava foi apenas pontual e para explorar o bom retorno de mídia do piloto.

Depois de todos os anos na F1, Rubens se viu numa briga por uma vaga na Williams contra Bruno Senna. Porém a briga era financeira. Barrichello conseguiu certa quantia com a BMC (Brasil Máquinas), mas o sobrinho do tricampeão conseguiu um montante maior e ficou com a vaga.
Foi então que Barrichello começou sua escalada na IndyCar aceitando o convite do seu amigo Tony Kanaan, campeão da categoria em 2004. Além de aceitar o convite e ir bem nos testes com o novo carro, teria que correr atrás de 5 milhões de reais.

A BMC, que já investe na Stock Car e deu até nome para a e etapa da “Corrida do Milhão” em 2011, Embrase e Locaweb investiram no brasileiro.
Somente na apresentação do piloto, bem explorada pelo Grupo Bandeirantes, que tem os direitos de transmissão da IndyCar e por uma inclusão durante o Globo Esporte, as empresas já tiveram uma amostra do peso de Barrichello na mídia. Aqui vale um parêntese: a Globo sempre ignorou a IndyCar, a chamando apenas de “uma categoria americana” em diversas situações, mas hoje chamou pelo nome e sobrenome e deu um espaço ao vivo de aproximadamente 4 minutos no programa comandado por Tiago Leifert e até no Jornal Nacional a notícia foi comentada. Só essa exposição talvez já tenha gerado mais retorno para a BMC do que durante todo o ano de 2011 em sua temporada com a Stock Car.

Há de se levar em consideração também a internet e suas mídias sociais. Não menos do que 1 milhão de pessoas leram sobre seu anúncio de correr na IndyCar.

Barrichello vale 5 milhões de reais?

Vale. E talvez bem mais do que isso.

You may also like...

6 Responses

  1. Vander Romanini disse:

    Belo texto!!!
    Parabéns!!!!!!!!
    Espero que venha mais!!!!!!

  2. PG disse:

    Uia, Mantovani resolveu escrever. E até escreve bem, o danado. :)

  3. Rubens disse:

    Como estou no ramo há 17 anos posso garantir que ele vale bem mais do que isso.

  4. Marcelo disse:

    Se a ARISCO tinha nome no carro da Jordan em 93/94 era porque ele levava patrocinador pra equipe, logo era “pagante” sim. O mesmo aconteceu na mesma Jordan em 95/96 Rubens levou cerca de 3,5 milhões de dólares para a equipe, um valor considerável na época, hoje seria em torno de quanto, uns 10 milhões? Na Stewart Rubens tinha o patrocinador da DAVENE, se ela patrocinava ele ainda era pagante! Rubens só não precisou pagar na Ferrari, Honda, Brawn e na Williams, mas em 2012 pra ficar com a vaga tinha que levar dinheiro, logo voltaria a ser pagante.

    Na Indy é o mesmo caso, se leva patrocinador, é pagante sem a grana ele não correria na Indy esse ano, isso ocorreu com Kanaan em 2011.

  5. Bruno Wenson disse:

    A questão é: patrocínio que o piloto tem, mas…. A equipe o contratou PELO patrocínio?… Alguma equipe de ponta contrataria Alonso, Vettel ou Hamiltom pelos patrocícios que eles tem??? A Ferrari contratou Schumacher pra ter dinheiro do patrocinador dele??? A Shell e Malboro é que pagavam seu salário. Barrichello foi pra Stewart não pelo dinheiro, mas pela experiência que tinha em F1. Jakie disse isso. No caso da Jordam não tenho conhecimento pra opinar.

  1. 5 de maio de 2012

    aikido…

    […]Quanto vale Barrichello? | Pilotoons[…]…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>